domingo, 27 de setembro de 2015

Superlua de sangue terá programação cultural neste domingo,27

   
    Um fenômeno astronômico raro, ocorrido pela última vez há 33 anos, poderá ser visto na noite deste domingo (27). Não bastasse o misticismo que envolve a lua de sangue - efeito causado pela refração dos raios solares que atravessam a atmosfera terrestre, exceto os vermelhos -, quem olhar para o céu testemunhará a combinação fantástica de um eclipse total com uma superlua.

    A Lua parece maior porque está 50 mil quilômetros mais próxima da Terra.   Como a Lua estará em seu ponto mais próximo do nosso planeta, o que se sabe como o perigeu, ficará maior do que de costume e mais brilhante no céu.  Segundo os astrólogos, como Noah Petro, do Projeto Orbitador de Reconhecimento Lunar (LRO), da Nasa, o satélite é visto então 15% maior e 30% mais brilhante que o usual. O fenômeno deve começar por volta das 23h11 (horário de Brasília) e se estender até 0h23, do continente americano até o Oriente Médio.
    A observação propriamente dita começa às 22h30 e segue até 1h30.O evento está relacionado à órbita ligeiramente elíptica do satélite: a Lua gira ao redor da Terra, mas faz isso em um círculo formando um ovo, que se afasta, mas está constantemente em nosso planeta.
    Os eclipses foram durante muito tempo objeto de interpretações religiosas, mitológicas ou simbólicas. Muitas culturas consideraram os eclipses como sinais de tristeza e desgraça. Cristóvão Colombo, que tinha um calendário de eclipses, se aproveitou destas crenças para persuadir os habitantes da Jamaica. Para conseguir mais comida, ameaçou os indígenas dizendo que faria a lua desaparecer durante a noite de 29 de fevereiro de 1504. "Quando os jamaicanos pediram a ele para que a Lua voltasse, pediu mais comida em troca e conseguiu", conta Petro.
    Os elipses lunares não apresentam risco algum, ao contrário dos solares. Dá para usar binóculos, telescópios, tudo o que for necessário. 

Programação em São Luís:
Recital Lua de Sangue - Poesia e música na Praça Maria Aragão, a partir das 20h, com Celso Borges, Beto Ehongue, Isaías AlvesMoisés Nobre e Paulinho NóCego
+ Show de Phill Veras e Banda

Nenhum comentário:

Postar um comentário