sábado, 26 de setembro de 2015

Políticos do Brasil - Fernando Furtado, uma história de "poraquê"* na política do Maranhão

Na biografia do deputado Fernando Furtado disponível no sítio da Assembleia Legilativa a profissão de pescador é subliminar. Segundo a biografia autorizada, o parlamentar nascido no Rio de Janeiro tem formação em Ciência da Computação e exerceu função de técnico em eletricidade de alta e baixa tensão. Foi também empresário do ramo da panificação. Portando, é um ex-colega do também suplente Edinho Lobão. Sua história na multiplicação dos pães é camuflada pelas histórias de pescados nas quais se envolveu desde que descobriu o filão eleitoral.

Eleito suplente em 2014, Furtado declarou ser da raça branca, não possuir nenhum bem e limite de gastos em campanha de R$ 2 milhões.  Na coligação "Todos pelo Maranhão 4" obteve 17. 472 votos.
Em 2006, quando participou pela primeira vez do processo eleitoral como candidato a deputado estadual, Furtado era filiado ao PDT e declarou gastos de R$ 600 mil. Não foi eleito. Na eleição seguinte, em 2008, como candidato a vereador pelo município de Pedro do Rosário, o suplente de deputado ainda no PDT apresentou prestação de contas com nenhum gasto.
Na eleição de 2010, novamente como candidato a deputado estadual, desta vez pelo PCdoB, Fernando Furtado previu gastos de R$2 milhões. Ficou na suplência.
Dois anos depois, em 2012, o "pescador" com instrução "superior incompleta" disputou novamente uma vaga na Câmara Municipal de Pedro do Rosário, declarando gastos de R$ 42.400,00.  Obteve 94 votos e ficou na suplência.
Na biografia da ALMA, Furtado é apresentado como único parlamentar representante dos pescadores. Tem sido ruidosa o contronto do suplente no exercício do mandato com os colegas Edson Araújo e Júnior Verde, este irmão do deputado federal Clebar Vede, que também  nas ondas dos pescadores.


Biografia de "pescador", segundo a Assembleia Legislativa do Maranhão

Fernando Luiz Ribeiro Furtado é carioca de nascimento que veio para o Maranhão com apenas cinco anos de idade. Nascido no dia 19 de novembro de 1955, Fernando é filho mais velho de uma família de seis irmãos, e teve na sua mãe e no seu pai as primeiras referências do mundo da pesca. A matriarca, filha do Estado do Espírito Santo, viveu boa parte da sua juventude tirando ostras para sobreviver. Já o pai é maranhense, da região da Baixada, que transformou a pesca no seu meio de vida.
Com formação técnica em Ciência da Computação, pelo antigo Liceu Maranhense, Fernando Furtado exerceu também a função de técnico em eletricidade de alta e baixa tensão, e foi micro empresário no ramo da panificação, onde iniciou o seu envolvimento no movimento sindical. Católico, mas respeita as outras manifestações religiosas, Fernando é esposo de Guaracy e pai de três filhos, todos graduados e avô de 3 netos. Enquanto estudante de escolas públicas Fernando Furtado lutou na greve da meia-passagem em São Luís na década de 70. Neste mesmo período já se envolvia, junto ao seu pai, na criação da União de Moradores do bairro Retiro Natal em São Luís. A partir daí, o movimento sindical se tornou parte da sua vida. Ao longo das décadas seguintes, engajou-se nas lutas sociais tendo ajudado a criar o Sindicato dos Eletricitários do Maranhão.
Da década de 90 pra cá, Fernando Furtado criou centenas de Sindicatos de Pescadores pelo Maranhão, de norte, sul, leste e oeste, resgatando o legítimo direito daqueles que viviam esquecidos por outras entidades. Entre suas ações em prol da classe:
• derrubou o atestado para o seguro desemprego;
• conseguiu cancelar a nota fiscal de venda do pescado;
• garantiu o seguro defeso para os aposentados por idade, dentre outros.
Atualmente, o Deputado Fernando Furtado ocupa o cargo de Diretor Estadual e Nacional da CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil e de Secretário Geral da FESPEMA - Federação dos Sindicatos dos Pescadores e Pescadores do Maranhão.
Os benefícios conquistados são muitos, mas não param. Hoje, Fernando Furtado luta pela garantia do defeso da água salgada, dos catadores de caranguejo, dos arrastadores de camarão, entre tantos outros direitos que pertencem e devem ser reconhecidos.
Dando continuidade ao seu trabalho como sindicalista e hoje, como único parlamentar representante dessa classe, além de membro titular da Comissão de Meio Ambiente deste Poder, Fernando Furtado vem concentrando o seu trabalho em defesa da manutenção dos direitos conquistados pela classe trabalhadora, recebendo maior destaque as lutas contra as MPs 664 e 665, principalmente por sua forte atuação junto aos sindicatos de pescadores e pescadoras, a continuidade da implantação da Refinaria Premium I em Bacabeira – MA e a manutenção dos empregos na Alumar.
* Poraquê - pronuncia-se "puraquê", o Eletrophorus Eletric, é um peixe que possui células capazes de gerar eletricidade. Era muito usado por "Saracura Mirá", vendedor de ervas, pomadas e outros unguentos medicinais de origem indígena e cabocla, em suas demonstraões de cura e milagrosas, no Mercado Central, em São Luís (MA), até a década de 70.


Nenhum comentário:

Postar um comentário