terça-feira, 20 de março de 2018

Folha corrida dos políticos do Maranhão

Edison Lobão (MDB-MA), senador licenciado: Passou à condição de investigado por supostamente ter intermediado o repasse de R$ 2 milhões desviados da Petrobras à campanha de Roseana Sarney ao governo do Maranhão em 2010. O inquérito foi arquivado por falta de provas. Lobão, porém, permanece investigado no STF por outros crimes apurados pela Lava Jato.

Roseana Sarney (MDB-MA), ex-governadora: Passou a ser investigada por supostamente ter recebido R$ 2 milhões desviados da Petrobras para a campanha ao governo do Maranhão em 2010. O inquérito foi arquivado por falta de provas.

Waldir Maranhão (Avante-MA), deputado-federal: À época no PP, foi incluído na lista porque havia a suspeita de que fazia parte do grupo de menor expressão dentro do partido que recebia repasses mensais entre R$ 30 mil e R$ 150 mil da "cota" do partido no esquema na Petrobras. O inquérito foi arquivado. Segue investigado, porém, por corrupção e lavagem de dinheiro em outro inquérito da Lava Jato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário