quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

'A terra chora' do Teatrodança estreia no MHAM

    O grupo Teatrodança apresenta, nesta quinta-feira (5), o espetáculo ‘A terra chora’.  Natureza, existência e vida no planeta são temas propostos pelo espetáculo, que estreia às 19h, com entrada franca, no Museu Histórico e Artístico do Maranhão (MHAM), casa de cultura ligada à Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).

    “A terra chora” tem direção da bailarina e coreógrafa Júlia Emília, que também atua na peça ao lado do dançarino Victor Vihen. Com referências diretas à escrita do jornalista e escritor uruguaio Eduardo Galeano (falecido no dia 13 de abril de 2015), o espetáculo encara a tarefa de expor ao público a relação do indivíduo com a natureza e como os seres se conjugam para garantir a vida no planeta.

    A pesquisa para montagem do espetáculo foi iniciada em 2013 e contou com assessoria do Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão. O trabalho tem direção sonora do cineasta e músico Ramusyo Brasil e os musicistas João Simas e Luciano Linhares, que incorporaram sonoridades rítmicas das culturas populares.

Grupo Teatrodança

    O Grupo Teatrodança foi fundado em São Luís do Maranhão, no ano de 1985. A produção inicial, Bar do Porto, levou ao desejo de renovar, manter a disciplina técnica e o amor pela dança. Em seguida, vieram espetáculos como “Coração Terreiro”, “Poema”, “Sete Saias e Muitos Caminhos”, “Embarcações”, e “Berlim-33”.

    A partir de 1998, o coletivo artístico encenou o espetáculo “Bicho Solto Buriti Bravo”, uma parceria com o poeta Ferreira Gullar e o compositor Zeca Baleiro. A pesquisa recebeu a Bolsa Virtuose/Minc e fez intercâmbio de processos na Universidade de Buenos Aires, Danzario Americano e Fondación Río Abierto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário