quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Tião Carvalho veio especialmente prestar homenagem a Pai Euclides

    Ao tomar conhecimento da morte súbita do Pai Euclides Talabyan, o músico e dançarino maranhense Tião Carvalho não duvidou. Sem nenhuma subvenção oficial ou ajuda de mecenas embarcou em São Paulo, onde desenvolve um trabalho de grande repercussão cultural, rumo a São Luís para participar da cerimônia de adeus ao mestre da cultura popular.
    "Não tinha como deixar de vir prestar este reconhecimento à importância do Pai Euclides Talabyan para a cultura do Maranhão, do país e até do mundo", disse o artista. Ele foi um dos poucos representantes das artes que compareceu à cerimônica de velório e enterro do pai de santo fundador da Casa Fanti Ashanti, no bairro Cruzeiro do Anil. Euclides Ferreira morreu aos 78 anos de idade de infarto agudo no micárdio na segunda-feira, 17.  Publicou mais de dez livro sobre o candomblé.
    No São João deste ano, Tião Carvalho foi rifado da programação oficial do Governo do Estado e da Prefeitura de São Luís. Recém chegado de uma grande excursão pelo mundo que incluiu Moçambique, Holanda e outros países do globo, o artista maranhense que possui o título de cidadão de São Paulo não tem reconhecimento nos
    Em novembro, Tião Carvalho estará de volta ao Maranhão para participa do festival em São Luís da semana da Consciência Negra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário